FANDOM


Silêncio, verme. Deixe os animais fazerem seu trabalho.

—Rainha Anciã

As Rainhas Grineer, também chamadas de Rainhas Gêmeas, são os governantes do Império Grineer. Todos os Grineer são geneticamente modificados no "nascimento" para exibir e sentir lealdade absoluta às rainhas.

Rainha Anciã

GrineerQueenBust

A Rainha Anciã é a principal força motriz entre as duas rainhas, representando uma natureza forte e violenta. Enquanto seu corpo é Grineer, sua consciência é na verdade a de um Orokin, que transferiu sua consciência para inúmeros corpos através de um método conhecido como Continuidade. Em A Guerra Interior, onde ela é apresentada, ela tenta atrair o jogador para invadir sua mente e transferir sua consciência de seu corpo Grineer doente, mutilado e envelhecido para um livre de doenças e idade (com o bônus adicional de poderes nulos). Comandando o Cetro do Kuva, ela detém o controle completo sobre Teshin Dax, um soldado Orokin projetado para nunca desafiar o portador do cetro.

Ela tem um braço direito mecânico e um dedo indicador na mão esquerda, e a metade inferior do corpo também é uma cauda mecânica, semelhante a uma cobra.

Rainah Verme

A "Rainah Verme" é a companheira mais humilde e impulsiva da rainha anciã. Frequentemente abusada pela Anciã, ela ainda é obediente a ela, além de sádica repreender e ameaçar suas tropas Grineer. Em muitos casos, ela se refere a comer Grineer que falha em seus deveres, reduzindo-os a pasta de proteína ou, em outros casos, "bolinhos em miniatura" e molhos.

Depois de fugir do jogador antes que eles derrotem a Anciã, ela assume o papel de única líder permanente de todos os Grineer e começa a reunir-se com sua irmã, alegando que está "doente", independentemente se o jogador a matou durante a jornada A Guerra Interior ou não. Se ela planeja revitalizar a Anciã ou se está apenas reunindo para si é desconhecido, mas a Lotus faz referência às Rainhas (plural) em várias transmissões após a jorada, como se as duas continuassem de alguma forma uma ameaça presente.

A verme tem um corpo quase completamente mecânico. Ela também parece estar sentindo falta do dedo mindinho na mão direita e do dedo anelar na esquerda. Ambos os braços são completamente mecânicos e bobinas de tubos e cabos ficam penduradas na cabeça, formando estruturas semelhantes a um chapéu de palhaço. Seus olhos também são substituídos por lentes laranja.

História

As rainhas estão envoltas em mistério. Mesmo a Lotus tem pouca informação sobre elaes, uma vez que acredita que elas são apenas mitos propagados pelos escalões superiores do alto comando Grineer. A única pessoa a reivindicar algum conhecimento das origens das rainhas é o escultor das estátuas Kuria, conhecidas como Olemedi. De acordo com o poema criptografado nas estátuas de Kuria, as rainhas eram filhas de um aristocrata de Orokin que foram evitadas pelos Orokin devido ao estigma em torno do nascimento de gêmeos. Durante a queda do Império Orokin, as rainhas conseguiram, de alguma forma, ganhar o respeito dos escravos rebeldes de Grineer, tornando-se seus líderes.

Recompensa de Vor

Logo após o despertar do jogador, as Rainhas exigen uma audiência por um comunicador de longo alcance com o Almirante Vor. Como resultado de suas repetidas falhas, as rainhas rebaixam Vor para capitão, promovendo Boril em seu lugar e ordenando que Vor destrua todos os Warframes que encontrar..

Operação: Olhos Destrutivos

Apesar da destruição de várias Relays pela frota Fomorian, as rainhas expressam grande insatisfação com o progresso feito pelo Conselheiro Vay Hek, citando um aumento dos ataques de Tenno às operações Grineer e a enorme drenagem de recursos necessários para substituir os fomorianos destruídos. Eles também ameaçam substituir o conselheiro por um cientista florescente, Tyl Regor.

XlcpNbw

A Guerra Interior

As rainhas são finalmente reveladas quando o Tenno rastreia Teshin até a Fortaleza Kuva, uma base móvel de asteroides que permaneceu oculta à detecção. As rainhas haviam ordenado que Teshin, um soldado Dax de quem eles comandassem a lealdade relutante, entregasse um Operador Tenno a elas. A Rainha Anciã é capaz de usar um dispositivo no Warframe de Tenno para cortar seu vínculo de Transferência, na tentativa de recuperar sua consciência. É revelado que a rainha planeja encenar um ritual de Orokin conhecido como Continuidade, que lhe permitiria transferir sua consciência para um novo corpo, essencialmente continuando sua imortalidade. Com a ajuda de Teshin, o Tenno é capaz de romper o artifício da rainha, e nos confrontos seguintes conseguem destruir os guardas da rainha e roubar seu Kuva Scepter.

Dependendo das escolhas que o jogador faz durante a missão, a Rainha Anciã pode ser deixada viva para apodrecer dentro de seu corpo Grineer, em decomposição, ou morta pelo Tenno ou Teshin. Independentemente dessas escolhas, a Rainha Verme escapa.

Em missões posteriores da Fortaleza Kuva, após a conclusão da jornada, a Verme pode ser ouvida impiedosamente, comandando as forças Grineer da Fortaleza Kuva e ordenando o envio de Sifão Kuva em vários locais do Sistema Origem. Nessas transmissões, ela sugere que sua irmã ainda está viva e "doente" (independentemente das escolhas feitas durante a missão), e que a Kuva que ela está armazenando serve para ajudá-la. Não se sabe se Verme está simplesmente dizendo isso para manter o moral, ou se está realmente tentando reviver sua irmã caída.

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.